fbpx

Trump assina memorando para impedir que membros da Antifa entrem nos EUA



Na última teça-feira (5/1), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou um memorando que visa impedir a entrada de indivíduos afiliados ao movimento terrorista de esquerda Antifa aos EUA. Trump disse que a violência estimulada pelo grupo põe em perigo a estrutura da nação.

“Os ativistas da Antifa atacaram brutalmente nossos amigos, vizinhos e proprietários de negócios que cumprem a lei, e destruíram marcos históricos que nossas comunidades valorizaram por décadas”, disse o secretário de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, em um comunicado“Esta violência e ilegalidade não têm lugar nos Estados Unidos e serão chamadas pelo terrorismo doméstico que é”.

“Hoje, o presidente Donald J. Trump assinou um memorando para garantir que as autoridades federais avaliem as ações dos ativistas da Antifa à luz das leis federais que restringem a entrada de estrangeiros associados a organizações terroristas e estrangeiros com intenção de atividades criminosas. O presidente Trump não permitirá que a Antifa, ou qualquer organização terrorista, destrua nosso grande país”, afirma o comunicado.

Citando a segurança dos cidadãos americanos, o memorando do presidente declara que, de acordo com a Lei de Imigração e Nacionalidade, os estrangeiros que se envolveram ou que provavelmente se envolverão em atividades terroristas, e os estrangeiros que buscam entrar nos Estados Unidos para se envolver, são declarados inadmissíveis.

Afirma que a adesão ativa a uma associação criminosa deve ser considerada para determinar se um indivíduo pode ou não entrar no país.

A Antifa, que é descrita como um movimento anarco-comunista, identifica-se publicamente com a ideologia comunista e socialista.

Pouco antes do lançamento do memorando, Trump no Twitter descreveu a Antifa como uma “organização terrorista” e alertou o movimento para ficar fora de Washington durante os protestos planejados organizados por vários grupos antes da sessão conjunta de 6 de janeiro, durante a qual os membros do Congresso contariam os votos eleitorais.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: