fbpx

Trump diz que falta de apoio de Biden a Israel tornou o mundo mais violento



O ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta terça-feira (11) que o país deve permanecer sempre ao lado de Israel e apoiar seu direito de se proteger. Trump afirma que o governo de Joe Biden tornou o mundo “mais violento e instável” por sem essa postura.

Em comunicado divulgado em seu site oficial, Trump comentou que durante seu mandato os adversários de Israel sabiam ao lado de quem os Estados Unidos estavam e que haveria uma resposta forte em caso de ataques.

Por causa da “fraqueza e falta de apoio” de Biden para Israel, há novos ataques em Israel, afirmou Trump.

“Quando eu estava no cargo, éramos conhecidos como a Presidência da Paz, porque os adversários de Israel sabiam que os Estados Unidos estavam fortemente com Israel e que haveria uma rápida retribuição se Israel fosse atacado. Sob Biden, o mundo está ficando mais violento e mais instável porque a fraqueza de Biden e a falta de apoio a Israel está levando a novos ataques aos nossos aliados”, afirmou.

Ainda de acordo com Trump, a América deve sempre estar com Israel, deixando claro que os palestinos devem acabar com a violência, o terrorismo e os ataques de foguetes.

O ex-presidente ainda afirma que “inacreditavelmente, os democratas continuam apoiando o enlouquecido deputado antiamericano Ilhan Omar e outros, que atacam Israel de forma selvagem enquanto eles estão sob ataque terrorista”.

O assunto foi tema de comentários durante o Boletim da Manhã desta quarta-feira (12). O analista político e fundador do Terça Livre, Italo Lorenzon, observou que Joe Biden iniciou seu mandato atacando Rússia e China.

“Biden começou o seu mandato já atacando a China, falando da Rússia, dizendo que ia processar a Rússia por interferir nas eleições, coisa que não foi provada de maneira nenhuma, foi apenas um boato que eles (os próprios democratas) lançaram para deslegitimar o Trump quando ele se elegeu”, disse.

Ainda de acordo com Lorenzon, Trump foi o único presidente nos últimos 30 que não iniciou guerras. “Trump, que era considerado o indivíduo ‘bélico’, foi o único presidente nos últimos 30 anos que não começou nenhuma guerra. Porém, foi ele que dobrou a Coreia do Norte sem dar um tiro, fez o ditador norte-coreano ir para a Coreia do Sul, foi a primeira reunião entre eles em décadas”, afirmou.

Veja a íntegra do comentário:

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: