fbpx
Roberto Jayme/Ascom/TSE

TSE vai investigar se houve propaganda antecipada e abuso de poder econômico nos atos de 7 de setembro



 

O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Felipe Salomão, quer investigar se houve abuso de poder econômico e propaganda antecipada nos atos de 7 de setembro, Independência do Brasil. O juiz vai juntar as investigações de notícias falsas às relativas ao financiamento, além de apurar se houve pagamento de transporte e diárias a quem participou das manifestações e se houve conteúdo de campanha eleitoral antecipada.

Foi por intermédio do inquérito que apura supostas notícias falsas vinculadas ao sistema eleitoral e ao TSE que o corregedor determinou a suspensão do repasse de valores de monetização de redes sociais a canais e perfis dedicados à propagação de “desinformação” sobre o sistema eleitoral brasileiro.

Conforme o despacho dessa quarta-feira (15), o material que deve ser juntado ao inquérito trata-se de um vídeo, divulgado nas redes sociais, que mostra cenas do interior de um ônibus supostamente vindo de Pompeia, interior de São Paulo, em que um homem  é filmado trajando camiseta em apoio ao voto impresso e distribuindo dinheiro.

“Há também notícias nos grandes veículos de comunicação e redes sociais, que apontam que foram confeccionados bonés e roupas, com a mesma finalidade e com eventual intuito eleitoral, o que pode ainda caracterizar possível campanha eleitoral antecipada”, afirmou Salomão.

O analisa político Carlos Dias ressaltou no Boletim da Manhã dessa quarta-feira (15) a importante questão da legalidade quanto ao apoio de pessoas da sociedade em ações e eventos de seu interesse.

“Por acaso você se reunir em um ato cívico nacional, em uma data marcada no 7 de Setembro, com recursos próprios ou daqueles que contribuíram, como diversas entidades livres que podem financiar seus movimentos de interesse, onde configura crime?”, questionou.

Assista aos comentários da notícia:

Sobre o Colunista

Italo Toni Bianchi

Ítalo Toni Bianchi, membro do Movimento Conservador, bacharel em teologia pelo Seminário Teológico Batista Nacional Enéas Tognini. Músico percussionista, leitor, preletor e jornalista do portal Terça Livre.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: