fbpx

Utensílios de plástico estão proibidos em São Paulo



Entrou em vigor no dia 1° de janeiro a lei municipal nº 17.261, que proíbe a utilização dos utensílios de plástico em São Paulo.

A lei foi proposta pelo vereador Xexéu Tripoli (PV) em 2019 e sancionada pelo prefeito Bruno Covas em janeiro de 2020.

O texto prevê que estabelecimentos comerciais, como bares, hotéis e restaurantes, de São Paulo estão proibidos de fornecer de copos, pratos, talheres e outros utensílios feitos de plástico descartável.

Quem descumprir pode ficar sujeito a multas que variam de R$ 1.000 a R$ 8 mil, que ainda serão regulamentadas por Covas, e o estabelecimento pode até ser fechado, caso seja reincidente pela sexta vez.

A partir de agora, esses talheres e demais objetos utilizados nas refeições devem ser feitos de materiais biodegradáveis, compostáveis ou reutilizáveis.

O objetivo da implementação da norma foi incentivar a reciclagem de materiais e impulsionar a transição para uma economia circular.

Em 25 de junho de 2019, Bruno Covas também sancionou a lei 17.123/2019, que proibiu os canudos plásticos na capital paulista.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: