fbpx

Venezuelanos morrem ao tentar fugir da ditadura no país



Autoridades da Guarda Costeira venezuelana informaram neste domingo (13) que ao menos 19 corpos foram encontrados no litoral de Güiria, no estado de Sucre, nordeste da Venezuela.

Segundo informações, as vítimas faziam parte de um grupo que tentava fugir do país em um barco, com destino a Trinidad e Tobago, país caribenho.

Entre os mortos haviam crianças.

O advogado e defensor dos direitos humanos, Rocío San Miguel, disse que a embarcação teria desaparecido há pelo menos 3 dias.

“Morreram em busca da liberdade e de um futuro melhor para suas famílias”, lamentou Rocío.

Nesta segunda-feira (14), o governo de Juan Guaidó declarou três dias de luto nacional pelas mortes dos cidadãos venezuelanos, por meio de um decreto da Presidência da Venezuela e da Assembleia Nacional.

O primeiro vice-presidente da Assembleia Nacional, Juan Pablo Guanipa também lamentou a tragédia.

“Tristeza, dor, frustração e raiva produzem a morte de 19 adultos e crianças em Güiria. Eles são o nosso povo movido pelo desespero e pelo desejo de ter uma vida decente. Na Venezuela a vida não vale nada. Que a memória de tantos mártires nos dê forças para seguir até à vitória”, disse Guanipa em seu twitter.

Há anos os cidadãos da Venezuela vêm sofrendo as consequências de governos socialistas/comunistas, e este, infelizmente é mais um episódio dessa ditadura.

Com informações: Caraota Digital.

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: