fbpx

Vice-ministro afirma que Evo Morales teve filha com menina de 16 anos

Evo Morales


O vice-ministro da justiça da  Bolívia, Guido Melgar, afirmou nesta segunda-feira (24) que existe uma criança registrada formalmente como filha do ex-presidente do país, Evo Morales, com uma menor que tinha 16 anos no momento do parto, em agosto de 2016.

Segundo Melgar, o caso serve de base para uma segunda denúncia contra Evo por suposta relação com menor de idade.

Para o integrante do governo, a documentação que comprovaria a existência da criança foi recebida pelo Ministério da Justiça, em meio a acusações de abuso sexual de menores cometido pelo antigo mandatário, que renunciou ao cargo em novembro do ano passado.

Na semana passada, o Ministério da Justiça já havia apresentado ao Ministério Público uma denúncia penal contra o ex-presidente por ter mantido outro suposto relacionamento com uma menor. Os crimes, de acordo com Melgar, seriam de “estupro e tráfico de pessoas”.

O ex-presidente, que nunca se casou e é pai de dois filhos, de diferentes relacionamentos, foi apontado em 2016 como tendo uma terceira criança, que não era conhecida publicamente. Inicialmente, Morales afirmou que o filho tinha morrido logo depois de nascer, mas depois garantiu que nunca existiu.

“A menor existe, a mãe existe, e a menor tem como pai registrado Juan Evo Morales Ayma. A veracidade das informações que constam nos papéis já foi verificada pelos órgãos de registro e identificação da Bolívia.” Garantiu Melgar, em entrevista coletiva.

Com informações: Jovem Pan e Estado de Minas

Colunistas

Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...