fbpx

Youtube irá censurar vídeos que divulguem tratamento precoce



Seguindo a mesma linha que o Facebook e o Instagram, o Youtube também decidiu nesta semana censurar as informações com relação ao tratamento precoce no combate ao vírus chinês. A Big Tech atualizou sua “Política de informações médicas incorretas relacionadas à Covid-19”.

Com as novas diretrizes, a plataforma irá censurar e excluir todo o conteúdo que incentive “o uso de Ivermectina ou Hidroxicloroquina para o tratamento” ou para a “prevenção” da doença.

Os usuários também não poderão divulgar conteúdos que façam “afirmações de que o uso de máscara é perigoso ou causa efeitos físicos negativos à saúde” ou “que vacinas aprovadas contra a COVID-19 causam morte, infertilidade, abortos, autismo ou a contaminação por outras doenças infecciosas.”

Ou seja, o usuário não terá mais a liberdade para contestar o autoritarismo por parte de alguns governantes pelo mundo ou por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Caso o usuário desrespeite as regras, além de ter o conteúdo excluído e levar uma advertência, poderá, ainda, ter o canal excluído da plataforma.

Sobre o Colunista

Brehnno Galgane

Graduando em Filosofia pela PUC-Rio, Católico e cultivador de uma narrativa que tenha sentido segundo a forma humana.

Comente

Clique aqui para comentar

Colunistas

avatar for Juliana GurgelJuliana Gurgel

Católica, produtora, doutora em artes da cena, professora e aikidoista.

avatar for Paulo FernandoPaulo Fernando

Advogado, professor de Direito Constitucional e Eleitoral para concu...

avatar for Polibio BragaPolibio Braga

Políbio Braga é um jornalista e escritor brasileiro. Nascido em S...

Achou algum erro na matéria? Nos informe através do formulário abaixo: